terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Polenta da Nona

 

PEDIDO DE DEMISSÃO
Venho, por meio desta, apresentar oficialmente meu pedido de demissão da categoria de adultos.
 
Resolvi que quero voltar a ser criança. Quero acreditar que tudo é possível. Quero que as complexidades da vida passem despercebidas por mim, e quero voltar a ficar encantado com as pequenas maravilhas deste mundo.

Quero de volta uma vida simples e sem complicações. Estou cansado de dias cheios de computadores que falham, montanhas de papelada, notícias deprimentes, contas a pagar, fofocas, doenças, e necessidade de atribuir um valor monetário a tudo o que existe. 

Quero voltar a acreditar no poder dos sorrisos, dos abraços, dos agrados, das palavras gentis, da verdade, da justiça, da paz, dos sonhos, da imaginação, dos castelos no ar e na areia. E o que é mais importante: quero estar convencido de que tudo isso vale muito mais do que o dinheiro!
 
Quando vocês também se cansarem desta vida tão complicada, façam o mesmo. Eu estarei esperando por vocês.

Vamos brincar?

Disse Jesus:
"Em verdade vos digo que se não vos converterdes e não vos fizerdes como crianças, de modo algum entrareis no reino dos céus."
Mateus 18.3





Hoje conversando com uma amiga tive a inspiração para fazer polenta. Lembrei de minha mãe contando como a Nona dela fazia a polenta, então resolvi fazer uma adaptação aqui em casa.

Eis a receita:

- 1 xic de polenta instantânea (Kipolenta ou Polentina)
- 1 colher (bem cheia) de tempero toscano
-  1/2 lata de molho de tomate
- 100 gramas queijo mussarela
- 100 gramas mortadela fatiada
- 1 gomo de calabresa fatiada
- 1 cebola
- 1/2 pimentão
- orégano

-Tempero Toscano : (Mix de ervas em flocos desidratados: sal marinho , salsinha, alho, tomate , funghi porcini desidratado, pimenta calabresa, hortelã.).

- Faça a polenta seguindo as instruções da embalagem. Tempere com o tempero toscano, (DICA: ao invés de usar somente água para fazer a polenta, faça metade água e metade leite). Não faça uma polenta muito mole.
- Em uma panela frite a cebola, o pimentão e a calabresa.

- Enrole as fatias de mortadela e deixe no forno até ficarem crocantes.
- Passe a polenta para um refratário, coloque molho de tomate por cima, a calabresa com cebola e pimentões, mussarela e a mortadela.

- Deixe no forno (pré aquecido) até derreter o queijo, coloque orégano por cima e sirva.

9 comentários:

  1. Daniel adorei o texto de hoje, também quero minha demissão!
    Quanto a polenta, seu prato está lindo, porém eu não consigo comer polenta mole de jeito nenhum! :(

    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Um texto lindo!
    Eu nunca fiz polenta, que receita maravilhosa, a apresentação do prato ficou linda!

    andreaquitutes.blogspot.com/

    bjs,Andréa....

    ResponderExcluir
  3. Ficou bem apetitoso o seu pratinho :)...
    E vamos numa de demissão colectiva... Eu também QUEROOOO :)
    beijo

    ResponderExcluir
  4. Daniel,
    obrigada por partilhar esse texto. Recentemente tenho pensado no mesmo: às vezes damos importância a coisas tão pequenas, sofremos com aqueles que não merecem nem um momento da nossa dor, e no fim de tudo, estamos a perder o nosso tempo quando devíamos estar a enchê-lo de felicidade e de coisas que nos preenchem! Isso é o melhor das crianças, que buscam a felicidade em coisas bem mais pequenas e não são tão exigentes para com o mundo.Quanto à tua receita, tem muito bom aspecto, acreditas que nunca experimentei a polenta? Tenho de fazer :-) Beijo

    ResponderExcluir
  5. Pois é amigo! Quem é que não tem vontade de se demitir as vezes? Há dias em que a vida é tão complicada.
    Ainda assim temos que tentar aproveitar as alegrias do dia-a-dia, mesmo que sejam só pequenos momentos.

    Quanto à receita...Faço minhas as palavras da Barida, tem um aspecto incrivel, mas nunca experimentei polenta. Tenho mesmo que experimentar.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  6. UM TEXTO LINDO COMO SEMPRE.
    E UMA COMIDINHA MARAVILHOSA, NUNCA COMI POLENTA MAS FIQUEI COM BASTANTE VONTADE.
    BJS

    ResponderExcluir
  7. Aqui a polenta é muito bem vinda Daniel! Ficou ótima, abraços!

    ResponderExcluir
  8. recebi, senão esse, um texto semelhante por email. é demais de verdadeiro. quanto a polenta, é simplesmente dos deuses.

    ResponderExcluir
  9. Texto lindo, parabéns.
    Que receita especial amigo, amei!!!
    Bjussss

    ResponderExcluir