quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Azeite - Saúde e Sabor



A cor dourada já aponta para uma de suas características: em todos os sentidos, ele vale ouro. Literalmente porque pode custar caro e nutricionalmente por suas propriedades. Das oliveiras e de seus frutos para a sua mesa, o azeite sempre surpreende

Origem:

De acordo com a associação portuguesa Casa do Azeite, que reúne as mais variadas informações sobre o óleo, folhas de oliveiras fossilizadas foram encontradas por arqueólogos em toda a região do Mediterrâneo e da Ásia Menor, principalmente na Síria e na Palestina. Muitos deles afirmam que esses achados são dos períodos Paleolítico e Neolítico. Porém, os responsáveis pela dissipação das sementes nas Américas foram os portugueses e os espanhóis.


O resultado de pesquisas realizadas em todo o mundo tem apontado para os benefícios do azeite de oliva na dieta que se convencionou chamar de Dieta mediterrânea constituída ainda por peixes, frutas, legumes, massas e vinho. 

Rico em vitamina E, ácidos gordos monoinsaturados, o azeite favorece a mineralização óssea, combate o envelhecimento dos tecidos e órgãos em geral, contribui para o bom funcionamento da vesícula biliar e o restante do aparelho digestivo. Ajuda a prevenir doenças cardiovasculares e diabetes. Na pele tem efeito protetor da epiderme. Quando o azeite é extravirgem, os seus benefícios para a saúde são imensos: pode-se prevenir doenças coronarianas, câncer, principalmente de intestino e mama e o envelhecimento.

Acidez

Os melhores azeites são aqueles que têm no máximo 1% de acidez. Já aqueles com mais de 3,3% precisam ser refinados e submetidos a tratamentos químicos, antes de ser comercializados. Para garantir o sabor, aroma e qualidade do azeite, é necessário mantê-lo em temperatura constante. Evite que a lata ou a garrafa fique aberta em ambiente claro e de alta temperatura. Guarde o azeite usado em frituras em recipiente esmaltado ou inoxidável, pois assim você estará protegendo da oxidação. Lembre-se de proteger o azeite da luz, principalmente se a embalagem for de vidro.

Cozinhando com azeite

Além das suas qualidades dietéticas, o azeite ocupa um lugar insubstituível no plano gastronômico. Atualmente, faz parte de uma certa “arte de viver” e o seu consumo não se restringe às zonas de origem do cultivo da oliveira. É um dos sinais de uma culinária de qualidade, que atribui a cada alimento o lugar que lhe compete numa alimentação inteligente e equilibrada.


O melhor local para guardá-lo é em armários fechados. Dica: Ao comprar o azeite, lembre-se também de fazer a escolha de acordo com a utilização pretendida. Do mesmo modo que se escolhe um bom vinho para cada prato, também o azeite será diferente no alimento e o cozinhado a preparar. Bom apetite!



Tipos de Azeite :

Azeite de Oliva extravirgem:  Este tipo tem sabor e aroma excelentes! Acidez máxima de 1g/100g. Ideal para temperar pratos crus, saladas, molhos e carpaccios.

Azeite de Oliva virgem fino: É o azeite obtido nas mesmas condições que o extravirgem. A diferença é a acidez, em torno de 1,5g/100g.

Azeite de Oliva virgem semifino: Possui bom aroma e sabor. A acidez chega a 3g/100g.

Azeite de Oliva refinado: É o azeite obtido da refinação do tipo virgem, processo que não altera a estrutura glicerídica original do azeite e nem os seus aspectos nutricionais. Entretanto, o sabor e aroma são inferiores aos do azeite virgem. Possui mais de 3g/100g de acidez.

Azeite de Oliva puro: É conhecido como azeite de oliva. Ele é oriundo da mistura de dois tipos: virgem e refinado.  Possui abaixo de 2g/100g de acidez.

Azeite de Oliva orujo: É o azeite obtido dos resíduos (pasta) de prensagens das azeitonas com solventes. Para ser consumido necessita ser refinado.

--------------------------------------------

Fontes: 
http://www.zevariedades.com/tipos-de-azeite-e-seus-segredos/
http://cantinhovegetariano.blogspot.com.br/2007/05/azeite.html
http://comidaboaboa.blogspot.com.br

21 comentários:

  1. Um post muito interessante, gostei muito
    bj

    ResponderExcluir
  2. Olá Daniel!
    Obrigada pelas dicas, não fico sem azeite!

    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Ótimas informações e aqui usamos muito azeite, ainda mais que meu marido vem de uma família italiana,de Roma, onde culktivavam olivas e faziam azeite, além de uvas, vinhos, etc...abraços,chica

    ResponderExcluir
  4. Bom dia Daniel,
    Gosto muito de azeite, utilizo muito. Muito boa coletânea de informações, ótimo post, parabéns.
    Beijo,
    Vânia

    ResponderExcluir
  5. cá por casa somos fãs de bom azeite, e Portugal tem dos melhores azeites do mundo. Obrigado pelas dicas! Abraço!

    ResponderExcluir
  6. Olá Daniel,
    gostei imenso do post e deixa "puxar a brasa à minha sardinha" (termo português), mas o azeite português é dos melhores.
    Bjo

    ResponderExcluir
  7. Oi Daniel, obrigada pela visita, adoro azeite de oliva e gostei muito de saber mais sobre essa iguaria.
    Abraço

    ResponderExcluir
  8. Posta educativo e informativo,bom pra tirar as dúvidas na hora de comprar,especialmente para pessoas leigas como eu!!!

    ResponderExcluir
  9. O querido quanta informação legal sobre azeite, adorei...
    Parabéns pelos vídeos, estão maravilhosos.
    Bjsssssss e uma linda tarde p/vcs

    ResponderExcluir
  10. Hummm, azeite tudo de bom! Abraços!

    ResponderExcluir
  11. Sou apaixonada por azeite!!!

    Adorei o post

    Andressa
    http://pimentasdocepimentas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Ora aqui está algo que nunca me pode faltar em casa... eem doses industriais ;)
    Obrigada pela partilha

    ResponderExcluir
  13. super estas dicas aqui em casa gostamos mt de azeite bjs bs

    ResponderExcluir
  14. El mejor aceite, el de oliva y si es virgen extra es perfecto.
    Besos.

    ResponderExcluir
  15. Muito legal as dicas Daniel...essa de guardar o azeite em armário fechado, eu não sabia.
    Informações preciosas, obrigado por compartilhar.
    bj!

    ResponderExcluir
  16. Bem interessante este post. Felizmente posso dizer que sou uma sortuda porque já há uns bons anos que não preciso de comprar azeite, pois o meu padrasto produz, o que é fantástico, pois o azeite (bom) é caríssimo! ;)
    Beijinhos doces.

    ResponderExcluir
  17. Oi querido, passei p/desejar uma tarde maravilhosa p/vcs.

    ResponderExcluir
  18. Oi Daniel, excelentes dicas! Aqui em casa usamos somente o azeite extra virgem, vale mt a pena pagar um pouquinho mais!
    Valeu pela partilha! ;-)
    Abraços
    www.viveraprendendo.com

    ResponderExcluir
  19. Eu não tinha o hábito de consumir azeite, utilizo a pouco tempo, mas adoro! Muito interessante seu post!
    Abraços

    ResponderExcluir